Background Menu

Falhas na barba? O que pode ser e o que fazer

Será dos barbudos que elas gostam mais? Uma pesquisa feita na Inglaterra diz que sim. Das 1.832 mulheres que responderam à pesquisa, 54% disseram preferir homens com barba. A justificativa é de que homens barbudos demonstram mais masculinidade. O modelo predileto é a do jogador David Beckham. Muitos homens se inspiram na estrela do futebol não só para agradar o público feminino, como para agradar a si mesmo. E se você está neste time, porém enfrentando dificuldade para chegar ao modelo de barba que considera perfeito por causa das falhas, vamos tentar te ajudar a entender o que pode estar causando o problema e o que pode ser feito para resolvê-lo.

Falhas na barba: o que causa o problema

As falhas no crescimento do pelo do rosto são comuns e estão relacionadas a fatores genéticos e doenças que impedem os fios de crescer ou provocam a queda deles. Caso a razão para a barba não se desenvolver seja a hereditariedade, não há tanto com o que se preocupar. Mas se as falhas começarem a aparecer em regiões do rosto onde antes havia pelos, algo pode estar errado.

Quando os pelos começam a ficar escassos em uma região que antes era farta em pelos, a alopecia pode ser o motivo da perda dos fios e, consequentemente, das falhas na barba. O problema é bem característico. O homem começa a perder de forma gradativa os pelos. Primeiro, surge uma falha bem pequena que aumenta de tamanho com o tempo. Estresse, crises de ansiedade, disfunções hormonais e, estilo de vida pouco saudável e problemas no sistema imunológicos são algumas das condições que desencadeiam o surgimento da alopecia.

Qual é a solução

A descoberta da causa real do problema depende da avaliação médica. Somente com o diagnóstico correto torna-se possível definir a melhor abordagem para solucionar o problema. As possibilidades de tratamento incluem a administração de medicamentos por via oral ou injetáveis, desde que haja folículos pilosos para estimular o crescimento dos pelos. Sem eles, os pelos não crescem. Nesse caso específico, a alternativa pode ser um transplante.

Seja qual for a alternativa, o tratamento alcançará o resultado desejado se paralelamente a ele o estilo de vida for saudável. De nada adiantará usar medicamentos ou se submeter a cirurgia se o corpo não receber os nutrientes necessários por intermédio de uma alimentação saudável e equilibrada. A dieta é tão importante para a saúde capilar quanto para as demais funções do organismo.